As autoridades norte-americanas estão a tentar desvendar o mistério que ronda as bandeiras brancas no topo dos pilares da ponte de Brooklyn, em Nova Iorque. As bandeiras dos Estados Unidos foram substituídas na terça-feira de madrugada, mas ninguém sabe porquê ou por quem.

De acordo com o «The Wall Street Journal» (WSJ), pode tratar-se de uma instalação artística ou de uma tomada de posição política. Ou então... apenas uma brincadeira. Há quem atribua uma razão mais séria, como um apelo à paz no Médio Oriente. Mas há também quem encontre explicações do outro mundo e adiante que foi obra de extra-terrestes.

Ainda na terça-feira à tarde, a polícia removeu as bandeiras brancas e voltou a substituí-las por bandeiras dos Estados Unidos. Nos exatos momentos dessas substituições, as luzes que iluminam as bandeiras piscaram, primeiro do lado de Brooklyn e depois do lado de Manhattan. Com 13 minutos de intervalo. As autoridades acreditam que os interruptores que acionam as luzes foram ativados por uma equipa.

Foi só quando repuseram as bandeiras norte-americanas que as autoridades se aperceberam que não se tratavam de bandeiras originalmente brancas, mas sim bandeiras dos Estados Unidos descoloridas com lixívia.

A polícia acredita que as bandeiras foram substituídas por volta das 03:00 de terça-feira. Foram avistadas pela primeira vez por volta das 05:30, por trabalhadores da construção civil e por membros dos serviços de emergência de Nocva Iorque. Os holofotes que iluminam as bandeiras também foram cobertos por papel de alumínio.