Quase um em cada três casos de depressão entre jovens adultos britânicos pode estar relacionado com “bullying” sofrido na adolescência, de acordo com um estudo divulgado na terça-feira.

Investigadores publicaram dados na revista BMJ segundo os quais os adolescentes vítimas de práticas de agressão ou intimidação reiterada pelos pares tendem muitas vezes a sofrer mais tarde.

Os peritos analisaram as conclusões de um grande projeto em Bristol, Inglaterra, que se debruçou sobre a saúde de 14.500 residentes desde os primeiros anos da década de 90.

Numa fase do projeto, cerca de 4.000 participantes preencheram um questionário aos 13 anos e foram rastreados novamente cinco anos mais tarde para sintomas de depressão.

Em 683 pessoas que reportaram ter sofrido "bullying" pelo menos uma vez por semana aos 13 anos, cerca de 15 por cento estavam deprimidas aos 18 anos.

Isto foi quase o triplo da taxa para os adolescentes que não se incluíram neste parâmetro.