O número de estrangeiros expulsos de Angola por permanência ilegal mais do que duplicou na última semana. Quase 2.000 pessoas foram expulsas do país, segundo dados disponibilizados esta sexta-feira à Lusa pelo Serviço de Migração e Estrangeiros (SME).

Os números dizem respeito ao período entre 21 e 27 de maio, com o SME a expulsar de Angola 1.997 estrangeiros, por via administrativa e judicial. Na semana anterior, tinham sido 1.300.

Estão contabilizados, atualmente, através dos Centros de Detenção de Estrangeiros Ilegais, 691 cidadãos detidos, por situação irregular no país.

Essas pessoas "aguardam a formalização das respetivas expulsões".