O gabinete do vice-presidente norte-americano assegura que Mike Pence teve agendado um encontro na Coreia do Sul com os representantes oficiais da Coreia do Norte, mas que o mesmo foi desmarcado pelas autoridades de Pyongyang.

De acordo com os norte-americanos, a reunião iria sentar à mesma mesa, Mike Pence, com o presidente da Assembleia do Povo da Coreia do Norte, Kim Yong Nam e a irmã do líder Kim Jong Un, Kim Yo Jong, de seu nome.

Sucede que, segundo relata o jornal Washington Post, no dia 10 de fevereiro, a reunião foi desmarcada pelos norte-coreanos, duas horas antes de começar.

Esta administração irá impedir o desejo de Kim de branquear o seu regime assassino com boas fotos nos Jogos Olímpicos. Talvez seja porque eles se afastaram de uma reunião ou porque nunca foram sinceros sobre a participação", escreveu num comunicado, o chefe de gabinete de Mike Pence, Nick Ayers.