Dois pilotos americanos dizem ter visto um óvni quando sobrevoaram o deserto no Arizona, muito perto do Novo México.

O alerta foi dado pelo piloto da Learjet que perguntou à Torre de Controlo se tinha algum aparelho por cima de si: "Alguém acima de nós, há 30 segundos?"

A resposta foi negativa, o piloto agradeceu, mas disse que alguma coisa tinha sido. Na torre de controlo alguém gritou: "Foi um óvni!" O piloto riu-se e desligou a comunicação.

Minutos mais tarde, a Torre contactou um piloto da America Airlines para perceber se este se tinha apercebido de alguma situação, explicando que uma nave à sua frente tinha avistado algo que não tinha conseguido descrever.

O piloto disse que ainda não tinha visto nada, mas pouco depois voltou a entrar em contacto com a Torre:

Passou algo por cima de nós, não sei o que era mas passou a dois ou três mil metros acima de nós. Não sei o que era."

A American Airlines remeteu a situação para a FAA (Administração da Aviação Federal), que não clarificou se tinha sido um óvni ou não. 

"Temos um relacionamento próximo com várias outras agências e lidamos com a segurança, com aviões militares e civis de todos os tipos naquela área todos os dias, incluindo balões meteorológicos de alta altitude", disse o porta-voz da FAA.

O piloto foi confrontado com a possibilidade de ser um balão meteorológico e negou. Apesar disso, a FAA acabou por relatar este objeto como um balão meteorológico.

Este episódio aconteceu muito perto de Roswell, Novo México, zona que em 1947 se tornou sinónimo de atividade extraterrestre, após relatos de que um objeto voador caiu num campo.