Pelo menos 87 jihadistas morreram este domingo em bombardeamentos efetuados pela coligação internacional e em confrontos com as forças curdas e o exército iraquiano perto da cidade de Mosul, na província de Ninive, no norte do Iraque.

Os jihadistas atacaram a povoação de Sultan Abdalá, a 50 quilómetros a sul de Mosul, tendo conseguido controlá-la após duros combates contra as forças curdas e iraquianas, disse à EFE uma fonte militar.

Depois da retirada das forças governamentais, aviões da coligação internacional, liderada pelos Estados Unidos, bombardearam a zona, provocando a morte a pelo menos 60 jihadistas.