O twitter do Comando Central norte-americano parece ter sido a alvo de um ataque de hackers apoiantes do Estado Islâmico, esta segunda-feira. O comando é um organismo de segurança do governo norte-americano responsável pelos interesses nacionais dos Estados Unidos em vários países.
 

 «Em nome de Allah, o mais Gracioso, o Mais Mesirecordioso, o Califado Cyber continua a sua Jihad Cyber», lê-se numa das mensagens partilhadas.


Os hackers terão publicado informação do organismo do Departamento da Defesa sobre a Coreia do Norte e as posições militares da China e deixaram um aviso: «Soldados americanos, estamos a chegar, tenham cuidado!».




 
A conta no microblog chegou mesmo a apresentar um fundo negro na tarde desta segunda-feira, onde se lia «Cyber Califado».




Uma fonte do governo confirmou à Reuters o ataque e assegurou que as forças norte-americanas estão a «tomar medidas» para resolver a situação.

Entretanto, a mesma fonte terá também confirmado que a conta do Youtube da entidade foi suspensa.

Um porta-voz do governo norte-americano garantiu, porém, à agência de notícias Reuters que as imagens publicadas não incluem informação confidencial e, por isso, não representam uma ameaça.