O presidente norte-americano, Barack Obama, disse hoje que vai anunciar na quarta-feira o seu plano para enfrentar e derrotar o grupo terrorista Estado Islâmico, mas avisou que não irá travar outra guerra terrestre no Iraque.

«Estou a preparar o país para lidarmos com a ameaça» daquele grupo, disse Obama numa entrevista divulgada hoje pela NBC.

«Na quarta-feira vou fazer um discurso e descrever qual será o nosso plano daqui para a frente», acrescentou o presidente na entrevista.

Liga Árabe apela a confronto com o Estado Islâmico

O chefe da Liga Árabe, Nabil al-Arabi, apelou aos países árabes para enfrentarem «militarmente e politicamente» os 'jihadistas' do Estado islâmico (EI), que controlam vastos territórios na Síria e do Iraque, e outros grupos radicais.

O apelo foi emitido durante uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros árabes no Cairo, na sequência de uma conversa telefónica com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, sobre a formação de uma coligação internacional para derrotar o grupo 'jihadista'.

Al-Arabi apelou aos ministros para adotarem «decisões corajosas para enfrentar os fenómenos do terrorismo (...) que ameaçam a existência de certos Estados árabes».