As forças de segurança da Jordânia abateram esta quarta-feira sete jihadistas.

De acordo com as declarações de uma fonte à agência Reuters, as mortes surgiram na sequência de confrontos entre as forças jordanas e militantes do Estado Islâmico na cidade de Irbid, perto da fronteira com a Síria.

Os confrontos, que começaram na terça-feira à noite, prolongaram-se durante várias horas.

As autoridades jordanas sofreram uma baixa, naquele que foi uma das maiores operações contra células do Estado Islâmico no país.