O ministro dos Negócios Estrangeiros do Iraque, Ibrahim Al-Jaafari, pediu, esta sexta-feira, oficialmente a assistência da Nova Zelândia na luta contra as milícias do Estado Islâmico, de acordo com fontes oficiais citadas pela imprensa.

Em reposta, o homólogo neozelandês, Murray McCully, disse que o seu país vai discutir com a Austrália a possibilidade de enviar militares para treinar os soldados iraquianos, segundo a Radio New Zealand.

O ministro iraquiano indicou que, além de treino, o país precisa de apoio noutras áreas como logística, reconstrução de infraestruturas e intercâmbio de informação, além de ajuda humanitária.

O primeiro-ministro neozelandês, John Key, descartou na véspera a possibilidade de envio de tropas de combate, apesar de os Estados Unidos não afastarem essa hipótese.