Foram descobertas valas comuns no Iraque, mais precisamente em Tikrit, que podem ter cerca de 1.700 corpos de soldados enterrados, segundo a CNN. 

Ao que tudo indica, podem existir oito valas comuns dentro do próprio complexo do palácio presidencial, onde se encontram as residências do ex-presidente iraquiano Saddam Hussein, bem como em outros dois outros locais fora da cidade.

O Estado Islâmico executou muitos soldados feitos reféns desde junho, numa uma base iraquiana fortificada perto de Tikrit.

Já foram recuperados alguns corpos, num ritual em que os soldados iraquianos dispararam sete tiros para o ar, em sinal de homenagem. Ouviu-se, também, o hino nacional, enquanto os soldados choravam as perdas. 

Todos os corpos encontrados estavam em decomposição. Alguns tinham as mãos amarradas, relata ainda a CNN.

Os restos mortais serão enviados de volta a Bagdade para testes de DNA de forma a identificar as vítima, indicou um responsável forense iraquiano, Ali Tahir, que supervisonou a escavação das valas e a extração dos corpos.