Um vídeo divulgado esta segunda-feira mostra um cidadão francês a afirmar que foi raptado na Argélia, este domingo, por um grupo ligado ao Estado Islâmico, Os Soldados do Califado. A notícia foi avançada pela agência Reuters.

«Estou nas mãos de Jund al-Khilifa, um grupo armado da Argélia», diz.

No vídeo, o homem apresenta-se, dizendo o seu nome, idade e local de nascimento. O francês informa ainda que chegou à Argélia a 20 de setembro e que foi raptado um dia depois, a 21 de setembro.

O refém faz ainda um apelo a François Hollande, pedindo ao Presidente francês que faça o que estiver ao seu alcance para o libertar.

«Estou nas mãos de Jund al-Khilifa, um grupo armado da Argélia. Este grupo pediu-me para lhe dizer (Presidente François Hollande) para não intervir no Iraque. Eles estão a manter-me como refém e eu peço-lhe, Senhor Presidente, que faça tudo o que esteja ao seu alcance para me tirar desta situação».

O governo francês ainda não confirmou a autenticidade do vídeo.