Pelo menos 52 civis morreram em ataques aéreos da coligação anti-jihadista contra uma aldeia do norte da Síria, afirmou hoje o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

"Ataques aéreos da coligação perpetrados na manhã de sexta-feira sobre a aldeia de Birnhale, na províncio de Alepo, provocaram 52 mortos", precisou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahmane.


Entre as vítimas mortais estão sete crianças e 13 pessoas estão dadas como desaparecidas entre os escombros dos ataques, adiantou.