“Homens armados do Boko Haram atacaram a nossa aldeia na quinta-feira o que levou à morte de cerca de 150 pessoas. A maioria das vítimas morreu afogada no rio quando tentava fugir”, disse à agência France Presse um habitante da aldeia de Kukuwa-Gari, Bukar Tijjani.




“Abriram fogo instantaneamente, o que forçou os residentes a fugir. Mataram algumas pessoas. Infelizmente, muitos residentes que tentaram fugir atiraram-se ao rio (…). Muitos afogaram-se. Pelas nossas contas temos 150 pessoas que [foram abatidas] ou morreram afogadas”, disse Modu Balumi, habitante da aldeia, à AFP.