O extremista islâmico mais procurado da Indonésia, Santoso, foi morto em confrontos com as forças de segurança, disse a polícia, depois de anos à procura deste apoiante do grupo extremista Estado Islâmico acusado de vários ataques.

"É de facto Santoso", declarou à agência AFP o chefe da polícia do centro das Celebes, Rudy Sufahriadi, no final do processo de identificação do corpo do militante.

Santoso foi abatido na segunda-feira durante uma operação das forças de segurança numa região montanhosa das Celebes.