Três homens dispostos a morrer, conduzem outras tantas viaturas cheias de material explosivo, com um destino comum: base da polícia iraquiana em Tharthar, na estrada que liga Falluja e Samarra, no sul do Iraque, esta segunda-feira.  
 
Além dos três suicidas, pelo menos 45 polícias morreram, avançam fontes oficiais, que detalham a informação, esclarecendo que entre as vítimas mortais estão oficiais de altas patentes. Lê-se na BBC.

Há ainda registo de 46 feridos mas num outro ataque a bases vizinhas na zona de Muthanna. Foi aqui que, nos últimos dias, as forças de Bagdad se instalaram, assumindo o controlo deste ponto que é estratégico, porque era por aqui que passava uma via de abastecimento dos insurgentes, com origem em Samarra e destino na parte ocidental da província.  

A guerra pelo domínio de Anbar tem resultado em ferozes confrontos entre os militantes do Estado Islâmico e as forças iraquianas, apoiadas por milícias xiitas com auxílio do Irão, a potência regional e maior país xiita do Mundo.  

Em curso, está uma operação lançada recentemente para reconquistar Ramadi, a capital da província, que passou para controlo do Estado Islâmico há duas semanas.

Na altura, Haider al-Abadi, primeiro-ministro do Iraque, prometeu uma contra-ofensiva capaz de recuperar rapidamente a cidade perdida, mas os dias passam e Estado Islâmico resiste apoiado por bolsas de guerrilheiros espalhadas pela província vizinha de Saladino.
 
.