O governo da Ucrânia declarou esta segunda-feira o regime de alerta máximo em todo o território nacional devido ao avanço das milícias pró-russas no leste do país, onde pretendem controlar o porto de Mariúpol.

A Ucrânia declarou também estado de emergência nas regiões de Donetsk e Lugansk, onde centenas de pessoas foram mortas desde o início do ano devido à intensificação dos combates entre os rebeldes e as forças governamentais.

«A decisão tem como objetivo coordenar todas as atividades dos órgãos do poder para garantir a segurança dos cidadãos», afirmou o primeiro-ministro ucraniano, Arseni Yatseniuk.