Morreram, só no sábado, oito esquiadores nos Alpes Suíços, segundo a AFP. Apesar dos avisos das autoridades, a alertar para o período de avalanches, houve quem se aventurasse, na mesma, a fazer esqui.

A avalanche ocorreu na região Landquart Grisons. Algumas pessoas que morreram faziam parte de um grupo de esquiadores, que estavam a fazer caminhadas a 2.200 metros acima do nível do mar.

Quatro tiveram morte imediata e três sofreram ferimentos graves. Um deles acabou por morrer já no hospital.

Noutro ponto dos Alpes, em Oberland Bernês, um suíço foi arrastado por uma massa de neve enquanto esquiava fora da pista. Outro jovem da mesma nacionalidade foi apanhado por um deslizamento de neve, também naquele local, e foi encontrado já sem vida.

Na zona este, em Wildhaus, houve ainda um esquiador de 26 anos que caiu de um penhasco a 650 metros de altitude e acabou por falecer nesse acidente. Duas pessoas que estavam com ele saíram ilesas. 

Sábado contou com vários outros acidentes, mas os esquiadores conseguiram escapar sem ferimentos.

Antes, entre quinta-feira e sexta-feira, três outros indivíduos já tinham perdido a vida, pelo que onze pessoas morreram durante os últimos três dias, nestas circunstâncias.