O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Canadá pediu segunda-feira explicações sobre uma alegada detenção de dois cidadãos canadianos na China acusados de espionagem.

Caso sejam confirmadas as detenções estas iriam fomentar ainda mais a tensão entre Otava e Pequim depois das autoridades do Canadá terem acusado a China de orquestrar um ataque informático a um importante complexo científico.

«Estamos a par das notícias que dois canadianos estão detidos na China», disse à agência AFP um porta-voz da diplomacia canadiana.

O mesmo porta-voz sublinhou que Otava está a acompanhar a situação, mas escusou-se a mais detalhes.