Um turista alemão de 52 anos morreu à frente dos filhos e da mulher, esta segunda-feira, depois de uma série de ondas gigantes terem atingido as ilhas Maiorca e Menorca, em Espanha.

Acredita-se que o homem estava a andar em Potopetro, em Maiorca, quando foi arrastado para o mar com o filho e a filha. Alegadamente, a mãe foi capaz de puxar a filha em segurança, enquanto duas pessoas que andavam de canoa nas proximidades resgataram o filho, antes de arrastarem o pai sem vida para o barco.

A polícia está a investigar a causa da morte do homem.

Ondas de um metro e meio atingiram praias em Maiorca e Menorca, que são muito procuradas por turistas.

Também esta manhã as praias próximas foram inundadas por uma onda conhecida como "meteotsunami". O fenómeno climático anormal que afetou as estâncias de férias em Maiorca, deixou bares e terraços inundados pela água do mar ao longo da costa de Andratx e cobriu as estradas junto à praia.

Os donos de iates atracados em Menorca tentaram impedir que os barcos fossem levados. A forte corrente arrastou um veleiro histórico usado pela Ilha de Maiorca, que posteriormente foi resgatado por marinheiros e trazido de volta ao porto.