O Tribunal Constitucional espanhol decidiu, por unanimidade, suspender a declaração de independência da Catalunha, noticia o El Pais.

Com esta decisão, o tribunal paralisa durante cinco meses a execução da declaração independentista aprovada pelo parlamento da Catalunha, como havia solicitado o Governo espanhol. No entanto, a suspensão é, por enquanto, simbólica, uma vez que a própria resolução independentista estipula que o governo regional, liderado por Artur Mas, deve ignorar as decisões dos juízes de Madrid.

Por sua vez, o executivo de Mariano Rajoy já mostrou a sua satisfação pela rápida decisão, mas o governo catalão reiterou a sua vontade de aplicar a resolução apesar da suspensão.

De recordar que Rajoy acusa os independentistas de violar a soberania do povo espanhol e a unidade de cinco séculos da nação espanhola.

A decisão definitiva do Tribunal Constitucional sobre a resolução independentista catalã só deve chegar, no entanto, após as legislativas espanholas de 20 de dezembro.