O número de imigrantes resgatados ao longo o dia deste sábado em várias zonas da costa espanhola aumentou para 769, informou a força espanhola Salvamento Marítimo.

Os resgastes feitos pelos serviços de resgate marítimos espanhóis aconteceram no Estreito de Gibraltar, no mar de Alborán e nas ilhas Canárias, tendo os 769 imigrantes chegado em mais de 20 barcos.

No Estreito de Gibraltar, foram resgatados desde a madrugada de hoje 298 pessoas que tentavam chegar à costa a bordo de 17 barcos. Entre os imigrantes há um grande número de menores, mulheres e alguns bebés.

No mar de Alborán foram resgatados 342 imigrantes divididos por sete embarcações.

Já na costa da Grande Canária, uma das Ilhas Canárias, 129 pessoas foram resgatadas de uma única embarcação depois de terem pedido ajuda por telefone, quando já estavam perto da ilha.

Segundo a força espanhola Salvamento Marítimo, entre os ocupantes do barco, todos de origem subsaariana, estavam duas mulheres e alguns menores.

O alerta foi dado por um membro do grupo de imigrantes que, por volta das 05:30 de hoje, ligou para o Centro de Coordenação de Emergência e pediu ajuda, explicando que estavam em algum lugar de onde observavam a costa, mas não sabiam exatamente onde estavam.