A estrutura de Ceuta do PSOE espanhol classificou nesta terça-feira como «barbaridades» as palavras que um estudioso do Corão da cidade de Melilla proferiu numa prédica transmitida pela televisão, em que chamou «fornicadora» a uma mulher que use perfume e saltos altos.

As declarações apelidadas de insultuosas pelos socialistas espanhóis de Ceuta foram proferidas pelo estudioso Malik Ibn Benaisa durante uma prédica numa mesquita, por ocasião do período de Ramadão, e que foi transmitida pela estação de televisão e rádio pública de Ceuta (RTVCE).

«A mulher não pode ter a cara e as mãos descobertas, não pode usar saltos altos, tem que levar um lenço para tapar o peito e não pode usar perfume porque a mulher que o faz é uma fornicadora», declarou Benaisa, da cidade autónoma de Melilla, segundo denunciou nesta terça-feira a secretária para a Igualdade do PSOE de Ceuta, citada pela agência espanhola EFE, como escreve a Lusa.