Em Espanha, um grupo de prostitutas protestou em Madrid pelo direito a trabalhar livremente nas ruas.
 
Estas mulheres, que se dizem perseguidas pela polícia, vizinhos e comunicação social, querem com ações como esta acabar com os estigmas sociais e ter melhores condições de trabalho nas ruas.
 
Envergando camisolas onde se pode ler a frase "deem-me direitos", muitas preferiram esconder a cara, mas outras apareceram identificadas. 
 
O protesto terminou com uma limpeza das ruas, uma forma de mostrarem que não são as prostitutas que as "sujam".