O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, negou esta quinta-feira que tenha plagiado a sua tese de doutoramento, afirmando ser “rotundamente falso” as notícias nesse sentido publicadas em vários órgãos de comunicação social.

É rotundamente falso”, afirmou Pedro Sánchez esta manhã através da sua conta na rede social Twitter, acrescentando que, “a menos que haja retificação da informação publicada”, avançará com ações legais em defesa da sua honra e dignidade.

 

O chefe do governo espanhol tomou esta posição depois de terem aparecido “nalguns meios de comunicação” social notícias que o acusam de plágio na redação da sua tese de doutoramento.