Pedro Sánchez é o novo líder do Partido Socialista Operário Espanhol. O madrileno de 42 anos venceu as primárias deste domingo.

Com a totalidade dos votos contados, Pedro Sánchez garante 48,7 % das preferências dos socialistas espanhóis. Eduardo Medina consegue 36,14% e José António Pérez Tapias fica-se pelos 15,13%.

Pedro Sánchez é formado em Economia, professor universitário, pai de dois filhos e adepto do Atlético de Madrid.

O novo secretário-geral do PSOE vai encontrar um partido ainda a recuperar das sucessivas derrotas eleitorais, que começaram nas legislativas de 2011.

Pedro Sánchez sucede a Alfredo Pérez Rubalcaba, que de demitiu após as últimas eleições europeias.