Os líderes do PP, do PSOE, do Ciudadanos e do Podemos lamentaram hoje, através de mensagens nas redes sociais, o acidente ferroviário com um comboio português na Galiza, que matou quatro pessoas e deixou feridas 49 outras.

O líder dos "populares" e presidente do Governo em funções, Mariano Rajoy, escreveu no Twitter: "Dor e tristeza pelo acidente de O Porriño. Os meus pêsames para as famílias dos falecidos e desejos de rápida recuperação para os feridos". Rajoy é galego e foi eleito como deputado por Pontevedra (a província onde fica O Porriño).

O secretário-geral do PSOE, Pedro Sánchez, enviou uma mensagem semelhante, realçando a "tristeza pelo acidente de comboio de O Porriño".

"Os nossos pêsames às famílias das vítimas e desejo de rápida recuperação para os feridos", realçou o líder dos socialistas espanhóis.

Já o presidente do Ciudadanos, Albert Rivera, disse estar "preocupado" e "expectante" face às notícias do acidente, tendo igualmente transmitido os seus pêsames às famílias dos mortos. O líder do Podemos, Pablo Iglesias, também se mostrou "atento ao acidente de comboio em O Porriño".

No entanto, recomendou "precaução" já que está "à espera de mais detalhes" do acidente.

O comboio da CP fazia o percurso Vigo-Porto, que a CP e a espanhola Renfe operam de forma conjunta desde 2011.

O acidente aconteceu às 09:25 locais (08:25 de Lisboa). Dos três vagões da composição, um ficou completamente tombado.