Um menino de seis anos morreu este sábado em Espanha com difteria, após ter estado internado 25 dias nos cuidados intensivos do hospital Vall d'Hebron, refere o El País.
 
A criança de Olot, Girona, não foi vacinada contra a doença.
 
Os sintomas do rapaz - mal-estar, dores de cabeça, febre e inflamação das amígdalas - começaram a 23 de maio e só cinco dias depois este foi internado.
 
As autoridades de saúde espanholas estão a investigar a origem do foco de difteria.
 
Ao todo há 10 pessoas infetadas, que estão fechadas em casa a fazer tratamento com antibióticos, mas, como estão vacinadas, não desenvolveram a doença.
 
Este é o primeiro de difteria em Espanha desde 1987. A doença estava erradicada graças à vacinação.