Saiu da creche, segunda-feira à tarde, e foi dar um passeio com o pai, no bosque do Parque da Sierra de Gredos. A dada altura, Enma acabou por desaparecer da vista do adulto e, quando se temia o pior, foi encontrada junto ao podengo Kie, que nunca a largou e foi ladrando até serem encontrados.

O jornal El País relata que o homem alertou os serviços de emergência, cerca das 19:20 locais de segunda-feira, assim que perdeu a filhota de vista. Começaram as buscas, com o contributo dos pais, moradores na pequena aldeia de Gil-García, em Ávila, a 91 quilómetros de Madrid.

Noite fora, prosseguiram as buscas. Até que, já na madrugada de terça-feira, as equipas de resgate  ouviram ladrar o cão, o podengo Kie, que nunca largou a pequena Enma. Foi encontrada agarrada ao cão, a tremer.

Estava calma e só tinha alguns arranhões. Se não tivesse sido o cão, não a encontrávamos", foi o testemunho dado pelos operacionais da Guardia Civil que encontraram Enma, a cerca de quatro quilómetros do local onde tinha saído da vista do pai.

Encontrada, Emma estava com fome. Foi assistida no local antes de ser levada para junto dos pais, que a esperavam no posto de comando montado pelas autoridades. Na rede Twitter, a Guardia Civil publicou a foto do momento do reencontro e do final de uma história que acabou em bem. Onde também foi incluída a imagem do cão Kie, um herói mais que acidental.