Letizia Ortiz seguiu o exemplo do sogro, o Rei de Espanha, e também ela mandou calar uma pessoa durante uma cerimónia pública.

O marido e príncipe Filipe de Espanha discursava na gala de de entrega da organização dos Jogos Olímpicos de 2020 e Letízia não gostou que uns dirigentes conservadores estivessem a falar durante a apresentação. Por isso, virou-se para trás e mandou calar Jorge Moragas com um gesto: um dedo sobre os lábios, como conta o «Publico» espanhol na segunda-feira.

Menos discreto foi Juan Carlos quando mandou calar Chávez.