Um homem esfaqueou um padre católico na Indonésia e tentou depois acionar um engenho explosivo na igreja em mais um ataque contra aquela minoria religiosa num país maioritariamente muçulmano, disse a polícia.

O padre Albert Pandiangan estava a celebrar uma eucaristia numa igreja na cidade de Medan, na ilha de Sumatra, quando um jovem se aproximou e o esfaqueou no braço esquerdo, disse o chefe da polícia local, Nur Fallah, acrescentando que o atacante transportava ainda um engenho explosivo rudimentar, mas não conseguiu acioná-lo.

Alguém tentou matar o padre e, ao mesmo tempo, tentou fazer explodir qualquer coisa, mas aquilo não explodiu, só deitou fumo", afirmou Nur Fallah.

O padre ficou com ferimentos ligeiros e foi transportado para o hospital.