Notícia atualizada às 15:56

Os EUA espionaram as comunicações da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e do homólogo mexicano, Enrique Pena Nieto, segundo documentos dos serviços secretos norte-americanos revelados no domingo pelo canal brasileiro Globo.

O canal de televisão brasileiro citou um documento revelado pelo ex-analista informático Edward Snowden que data de 20 de junho de 2012.

Nesse documento, a Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) procura ter «uma melhor compreensão dos métodos de comunicação e dos interlocutores» de Rousseff e dos seus colaboradores graças a um programa que permite aceder a todos os conteúdos da internet pesquisados pela Presidente brasileira.

Na sequência desta notícia, Dilma Rousseff convocou para esta segunda-feira uma reunião de emergência do seu governo.