As autoridades japonesas informaram hoje que as equipas de salvamento encontraram mais cinco corpos perto do cume do monte Ontake, na região central do país, cujo vulcão entrou, este sábado, em erupção.

«Encontramos mais cinco pessoas em paragem cardíaca na montanha», disse o porta-voz da polícia de Nagano, à agência AFP, usando o termo que os socorristas têm invocado para designar as vítimas que não apresentavam sinais vitais, mas cujo óbito não foi atestado por um médico.

Estas vítimas juntam-se a 27 outras identificadas como estando na mesma situação. Isto porque o mais recente balanço oficial continua a confirmar somente a morte de quatro pessoas – cujos corpos foram retirados no passado domingo pelas equipas de salvamento. Já o número de feridos ascende a 63.

Os serviços de resgate continuam hoje as operações para resgatar as vítimas da erupção vulcânica registada no monte Ontake.

Um helicóptero do exército conseguiu retirar, esta manhã, seis das 27 vítimas encurraladas no cume, as quais foram transportadas para um hospital onde deverá ser declarado o seu óbito.  A escassa visibilidade e os gases tóxicos emanados do vulcão têm impedido o acesso às equipas de salvamento ao cume do monte.