Erica e Carlos Morales viviam o sonho de uma vida. Depois de dois anos a tentarem engravidar, a mulher, de 36 anos, estava grávida de quadrigémeos. Mas o sonho desmoronou-se, na quinta-feira passada, quando Erica morreu após o parto de cesariana no Centro Médico Banner Good Samaritan, avança a AP.

«Estavam a transportá-la da sala de operações para o recobro e ela continuou inconsciente. Nunca viu os filhos», contou Nicole Todman, amiga da família, no passado sábado.

Internada por causa da tensão alta, Erica Morales estava grávida de sete meses quando foi submetida a uma cesariana para que as três meninas e o menino nascessem. O seu clínico tinha piorado e foi necessário intervir.

Segundo a amiga da família, os bebés Carlos Jr., Paisley, Tracy e Erica estão bem de saúde e irão permanecer hospitalizadas durante os próximos dois meses para que ganhem peso.
 
 


«São lindos. Têm tubos na boca e no nariz. Têm pequenos monitores e fios pelo corpo todo», contou Todman.
As causas da morte de Erica Morales são ainda desconhecidas, mas o hospital já abriu um inquérito para apurar as mesmas.

Esta sexta-feira, Nicole Todman criou uma página de angariação de fundos no site GoFundMe para tentar ajudar Carlos Morales a criar os filhos. Até ao momento, já foram angariados mais de 91 mil dólares (mais de 78 mil euros).

«Estou muito grata pelo apoio e comentários maravilhosos, tal como o Carlos e a Sandra, mãe da Erica. Eles estão totalmente agradecidos», afirmou Todman.