Não param de aumentar as ondas de choque após a tentativa de golpe de Estado na Turquia que ontem tentou travar o regime de Erdogan.

Agora está aberta uma verdadeira caça ao homem a todos aqueles que já foram apelidados, pelos pró regime, de "golpistas".

A polícia turca prendeu 10 juízes do Danistay, um dos órgãos supremos da justiça na Turquia e a autoridade máxima para contenciosos administrativos, noticiou a agência pró-governamental Anadolu.

Por seu lado, a cadeia privada de televisão NTV dá conta que a polícia anda à procura de mais 38 outros magistrados do Danistay, no quadro de um mandado de captura emanado das autoridades presidenciais contra 140 juízes do Supremo Tribunal, também conhecido por Yargitay.

Em declarações à NTV, o presidente do Yargitay, Ismail  Rustu Çirit, prometeu "castigar todos os traidores".