O ex-vice-presidente zimbabueano Emmerson Mnangagwa, cuja exoneração motivou a atual crise política no país, foi escolhido pelo partido no poder para substituir Robert Mugabe como presidente do Zimbabué e será empossado sexta-feira, disse esta quarta-feira o presidente do Parlamento.

De acordo com Jacob Mudenda, a União Nacional Africana do Zimbabué – Frente Patriótica (ZANU-PF), no poder desde que o país acedeu à independência, em 1980, já notificou o Parlamento da decisão sobre Mnangagwa, cujo regresso ao Zimbabué é aguardado esta quarta-feira, depois de se ter refugiado na África do Sul após ter sido exonerado por Mugabe.

Mnangagwa deverá aterrar cerca das 18:00 locais (16:00 em Lisboa) numa base aérea militar próximo de Harare, que, segundo a agência Associated Press, é já palco de uma grande concentração de populares que pretendem dar-lhe as boas vindas e felicitá-lo.