A italiana Emma Morano, considerada a mulher mais velha do mundo, morreu este sábado na sua casa em Itália, com 117 anos, anunciou o seu médico pessoal.

“Ela teve uma vida extraordinária e vamos lembrar-nos sempre da sua força”, declarou o presidente da câmara de Verbania, localidade do norte de Itália onde residia Emma Morano, citado pela imprensa italiana.

Morano nasceu a 29 de novembro de 1899.