A Emirates Airlines prepara-se para lançar, em fevereiro do ano que vem, o voo direto mais longo do mundo. A rota vai ligar o Dubai à Cidade do Panamá e durará 17 horas e 35 minutos.

A companhia, que fez hoje o anúncio, chega assim à América Latina, destino para o qual ainda não voava.
 
O voo EK251 vai sair diariamente do Dubai às 8h05 e chegar ao Panamá às 16h40, “ganhando” horas devido ao fuso horário. O voo de regresso, o EK252, sai da Cidade do Panamá às 22h10 e chega ao Dubai as 23h55 do dia seguinte.

O percurso vai ser realizado num avião Boieng 777-200LR, com capacidade para 256 passageiros e 15 toneladas de carga, e vai cobrir uma distância de 13 824 km. Bate assim o recorde do voo da Qantas Airways, que liga Sydney a Dallas e demora 16h55.

Entre os voos mais longos que já se realizaram estão ainda Joanesburgo-Atlanta (16h40) e Dubai-Los Angeles (16h35).

Antes desta rota agora anunciada pela companhia dos Emirados Árabes Unidos, houve já um voo comercial mais longo, entre Singapura e Nova Iorque, mas foi descontinuado em 2013 por motivos de rentabilidade.

A Emirates opera diretamente de Lisboa para o Dubai e tem sido a escolha de muitos portugueses que tem como destino o Sudeste Asiático. No total, cobre 147 destinos em 235 aviões.

A companhia tem sido acusada pelas concorrentes norte-americanas e pelas concorrentes árabes Ethiad e Qatar, de concorrência desleal. American Airlines, Delta e United Airlines acreditam que estas companhias recebem ajudas estatais ilegais que lhes permitem crescimentos rápidos e constantes.