Shezanne Cassim, um norte-americano de 29 anos de idade, foi condenado a um ano de prisão nos Emirados Árabes Unidos por realizar e divulgar, no Youtube, em 2012, um pequeno vídeo «cómico» sobre os adolescentes do Dubai. Jovem foi detido em Abril e condenado, esta segunda-feira, em tribunal. Além da pena de prisão Shezanne, terá ainda de pagar uma multa de dois mil euros, escreve a CNN.

A família do jovem explica que o vídeo era apenas uma brincadeira, já que Shezanne Cassim é fã de programas humorísticos como, por exemplo, «SNL» ou «Funny or Die». As autoridades alegam que o jovem pôs em causa a «segurança nacional».

O vídeo, com 19 minutos de duração, pretende apenas ser uma caricatura dos adolescentes do Dubai, muito influenciados pela cultura do hip-hop. Na década de 90, um grupo de jovens dos subúrbios ficou conhecido como «Satwa G», o nome de uma editora discográfica dedicada ao género musical em causa. Eram conhecidos por «parecerem maus» sem, na verdade, o serem. Gostavam de «falar duro», escreve a CNN. Nas imagens criadas por Shezanne, os jovens são, por exemplo, «treinados» a lançar sapatos e a chamar «apoio», por telemóvel, em momentos de tensão.

A família garante que até ao momento, não sabe de que forma o vídeo coloca em causa a segurança nacional do país e não obteve explicações das autoridades.

Shezanne Cassim, original do Woodbury, no Minnesota, EUA, está nos Emirados Árabes Unidos desde 2006, a trabalhar na empresa PricewaterhouseCoopers. O jovem foi detido no Dubai e, mais tarde, transferido para uma prisão de alta segurança em Abu Dhabi.

Ainda de acordo com a CNN, as autoridades falam numa violação das leis da internet e num cibercrime. Mas a família garante que a lei, que serviu de base à sua condenação, só foi aprovada depois do vídeo já estar disponível na internet.