Os Emirados Árabes Unidos ordenaram este sábado o envio de um esquadrão de caças F-16 para a Jordânia, para apoiarem ataques contra o grupo autoproclamado Estado Islâmico.

A agência oficial de notícias WAM, citada pela France Presse, anunciou que o envio foi ordenado pelo príncipe de Abu Dhabi Mohammed bin Zayed al-Nahyan, vice-chefe das Forças Armadas dos Emirados Árabes Unidos.

«A iniciativa (...) reafirma solidariedade inabalável e constante dos Emirados Árabes Unidos com a Jordânia e o seu papel de liderança e imensos sacrifícios para a segurança e a estabilidade da região, encarnada pelo mártir e herói Maaz al-Kassasbeh», o piloto da Jordânia executado pelo grupo Estado Islâmico, informou a agência.