Um autarca, a sua mulher e outras duas pessoas morreram esta sexta-feira na sequência de um tiroteio registado no aeroporto internacional Ninoy Aquino de Manila, capital das Filipinas, que causou ainda quatro feridos, informou a imprensa local.

O diretor-geral da Autoridade de Aviação Internacional de Manila, Jose Angel Honrado, confirmou que Ukol Tulumpa, autarca de Labangan, no município de Zamboanga do sul, morreu após ser atingido a tiro por um grupo de homens armados no terminal 3 do aeroporto.

De acordo com o diário The Star, Tulumpa foi alvo de uma emboscada quando saía do terminal de chegadas com a sua família, tendo sido atingido a tiro por homens que se aproximaram de si vestidos com uniformes da polícia numa moto, com a qual fugiram depois.