A guarda costeira italiana recuperou os corpos de 18 imigrantes, que se encontravam numa embarcação com mais 76 pessoas.

O barco seguia no canal da Sicília, entre Itália e a costa do norte de África, no mar Mediterrâneo.

De acordo com um comunicado oficial emitido esta sexta-feira, os corpos foram encontrados no interior da lancha, provavelmente vítimas de desidratação e hipotermia.

Depois de socorrer os restantes imigrantes, uma pessoa, em estado grave, foi transportada de emergência, por helicóptero, para a ilha italiana de Lampedusa.