A polícia japonesa deteve um homem em Okinawa, suspeito de ser o autor das ameaças de bomba contra a Embaixada dos Estados Unidos no Japão e uma das bases norte-americanas no arquipélago, informou esta sexta-feira a imprensa local.

O suspeito, identificado como Mitsuyoshi Kamiya, de 52 anos, foi detido por «obstrução das atividades» da Embaixada norte-americana, disseram fontes policiais à estação estatal NHK.

Kamiya admitiu ser o autor de três chamadas telefónicas realizadas para a representação diplomática, nas quais ameaçou realizar ataques à bomba na representação norte-americana e na base de Camp Schwab, uma das detidas pelos Estados Unidos no arquipélago nipónico, noticia a Lusa.