Além de Dilma, Marina e Aécio, a quem as sondagens atribuem intenções de voto mais expressivas, há outros oito candidatos à Presidência do Brasil que colhem menos de um por cento das intenções de voto. Entre eles, há um jornalista, um médico, um mecânico e um pastor da Assembleia de Deus.

Neste lote de oito candidatos à Presidência da República do Brasil há também sindicalistas, ambientalistas e uma advogada.

É também neste grupo que estão os dois protagonistas da grande polémica desta semana. Foi durante uma resposta a uma interpelação de Luciana Genro (candidata pelo PSOL), no debate transmitido no domingo pela TV Record, que o candidato Levy Fidelix (PRTB) proferiu as declarações que estão a marcar a última semana de campanha. Sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, Fidelix disse que «o aparelho excretor não reproduz».

Conheça melhor os oito candidatos que podem até não ter grandes hipóteses, mas também querem ser presidentes do Brasil.