O Presidente da Bolívia, Evo Morales, foi reeleito, há uma semana, com 61% dos votos, de acordo com os resultados oficiais revelados, este sábado, pelo Supremo Tribunal Eleitoral.

Os dados confirmam os resultados não oficiais anunciados no dia do escrutínio, ditando que Morales vai governar a Bolívia de 2015 a 2020, num terceiro mandato que o tornará no presidente que mais tempo esteve no poder no país andino.

Morales obteve uma vantagem de 37 pontos percentuais face ao seu rival, o empresário conservador Samuel Doria Medina (24% dos votos).