durante a noite de quarta-feira

“Temos de agir porque existe perigo para monumentos património da humanidade e, ao mesmo tempo, temos de agir contra o Daesh”, acrónimo árabe do grupo extremista, afirmou o chefe de Estado francês.




a cidade de Ramadi