As autoridades egípcias detiveram esta quarta-feira Essam al-Erian, uma figura de destaque da Irmandade Muçulmana e dos poucos líderes do movimento islamita que escapou a uma operação de segurança, informou o Ministério do Interior.

As forças de segurança detiveram esta madrugada Erian, número dois do Partido da Liberdade e Justiça, no Cairo, num local onde se escondia.

As forças de segurança egípcias levaram a cabo em agosto uma campanha contra os apoiantes do Presidente islamita deposto Mohamed Morsi, dispersando dois campos de protesto e levando a cabo várias detenções.