O guia supremo da Irmandade Muçulmana foi preso durante a noite de segunda-feira no Cairo, informou um alto responsável das forças de segurança egípcias à agência France Presse.

Mohamed Badie, guia Supremo da Irmandade Muçulmana, movimento que apoia o Presidente deposto Mohamed Morsi, foi capturado num apartamento próximo da praça Rabaa al-Adawiya, onde dezenas de manifestantes islamitas foram massacrados na passada quarta-feira pela polícia e exército.

As autoridades não forneceram até ao momento o número oficial de vítimas mortais desde a violenta operação policial de quarta-feira contra os acampamentos dos apoiantes de Mohamed Morsi.