No início de julho foi encontrado em sarcófago em Alexandria, que esta quinta-feira foi finalmente aberto.

O Governo do Egito divulgou imagens da abertura, como se pode ver na fotogaleria. No interior do sarcófago estavam três esqueletos e muita água suja, que segundo o Ministério das Antiguidades será proveniente de esgotos, o que terá acelerado o processo de decomposição das múmias, deixando apenas os esqueletos.

O sarcófago estava selado há cerca de dois mil anos e protegido por uma camada de argamassa entre a tampa e o caixão de pedra. Estava localizado a quase cinco metros de profundidade e media 1,85 metros de altura, 2,65 de comprimento e 1,65 de largura.

Os esqueletos vão ser enviados para o Museu Nacional de Alexandria e assim que reparado o sarcófago também irá, informou o Ministério. Os corpos devem pertencer a soldados, um deles com uma ferida provocada por uma flecha, concluíram os especialistas.