Glenn Greenwald, o jornalista que divulgou as primeiras notícias do caso Edward Snowden, vai deixar o jornal britânico «The Guardian». A revelação feita pelo próprio, esta semana, no seu blogue, não tem pormenores. Greenwald apenas diz que recebeu «uma oportunidade única que nenhum jornalista deixaria escapar».

Segundo escreve o jornal «Globo» Greenwald, vai fazer parte de um novo projeto de «media» financiado pelo fundador do eBay, Pierre Omidyar.

Uma representante do jornal britânico, , Jennifer Lindauer, afirmou num comunicado, também divulgado na página de Greenwald que «estão desapontados» com a sua saída, mas que percebem «a atração da nova função que lhe foi oferecida» e desejam-lhe «o melhor».